​Por que não deixo você ir?

Ainda dói, dói quando passo por algum lugar que costumávamos ir, dói ver amigos “nosso” vivarem estranhos por causa de um termino. Dói ver você tão “nem ai” para o que ainda sinto, dói muito.

Sempre me perguntam porque se separamos ou como você está e já vai fazer um ano mas ainda não sei o quê responder. Apenas dou um sorriso disfarçado e digo que está no colégio ou está bem, sem ter a certeza disso. A cada pergunta que me fazem é mais um aperto no meu peito.

Porque insiste em ficar dentro do meu coração? É duro saber que a alguns meses eu cheguei a pensar que não te amava mais, ai você reapareceu e do nada lá vem a bomba O AMOR AINDA ESTÁ AQUI DENTRO, dói não puder arrancar ele mas mesmo se pudesse acho que não arrancaria, prefiro sentir ele às vezes.

Porque arrancar algo que me fazia bem? É doloroso demais, lembro dos nossos momentos, planos e sonhos e sabe? Isso aumenta a minha dor, pois sei que não vai voltar.

As relações humanas são estranhas. Quer dizer, você passa um tempo com uma pessoa, comendo, dormindo, vivendo e amando, conversando com ela e indo aos lugares. E em um certo dia, tudo acaba. Os humanos são estranhos, o que me resta? Aceitar que não vamos dar certo, carregar a dor comigo até que eu possa superar – lá

Se dói porque ainda bate dentro de me? Eu amo o tempo, ele me fez entender que deixar ir não é desistir, não é um ato de fraqueza, mas sim de força e crescimento porque ainda que exista dor tenho que deixá-lo ir, compreendo que há coisas que simplesmente não estão destinadas a ser! 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s