Uma pessoa inteira não merece uma pela metade!

Por que nos colocamos em determinadas situações? Por que vemos as coisas e fingimos que está tudo bem? Vemos tudo desmoronando mas aquilo que sentimentos se torna “maior” do que o que passamos.  
Fantasiamos as pessoas, acreditamos que elas não erram e são príncipes e princesas da Disney mas como nem tudo são flores os temidos espinhos sempre aparecem. 
A pior coisa que eu já escutei ou lir de alguma pessoa que eu amava foi a seguinte frase: “eu sou apaixonado por ela e gosto de você” pesado né? Como posso imaginar minha vida com uma pessoa que se imagina ao lado de outra e cria sonhos com outra pessoa. 

Por que temos a mania de idealizar as pessoas? Geração romântica antiga que fantasiava as pessoas e morriam por amar demais? Parece né? 

Temos que aprender que as pessoas são imprevisíveis, elas não sabem o que querem exatamente estão dispostos a te machucar a qualquer momento mas além de tudo estão dispostos a quebrar nossa confiança e tudo que depositamos nelas. 

Por que esperamos tanta fidelidade das pessoas? Esquecemos que o único que permanecerá sendo fiel é Deus, temos que parar de se colocar em situações difíceis eu poderia não ter passado por isso desdo quando percebi que ele escondia algo por trás da frieza.
Mas, o que seria de me sem essa experiência? Não será a única, pois precisamos passar por momentos de turbulência para aprender a ser forte e retirar coisas boas dessas situações, transformar a dor em aprendizado.

Essa é a situação da minha vida sentimental atual e o que eu aprendir? Aprendir que devemos permanecer focados, devemos praticar o que gostamos para esquecer isso e retirar aprendizados através dessa situação porque se eu não estivesse passado pelas decepções anteriores não saberia enfrentar essa.

Lembresse que por mais que alguém te decepcione existe pessoas esperando por você, pessoas que esperar te fazer feliz e antes de tudo você é o suficiente, no meu caso Jesus é o suficiente.
Não aceite menos do que você merece. Uma pessoa inteira não merece alguém pela metade!!

Advertisements

Um sorriso muda tudo!

Estamos no mês da campanha Setembro Amarelo.

Mês da prevenção contra o suicídio.

Já está chegando ao fim mas devemos lembrar disso todos os dias. 
Suicídio: É o ato de tirar a própria vida. 

Quem nunca pensou em suicídio?

Segundo o psiquiatra Roosevelt Cassoria, especialista brasileiro em suicídio, “todos já pensamos em suicídio em algum momento na vida. 

É um pensamento humano. 

Se não desejamos nos matar, ao menos cogitamos morrer – morrer para escapar do sofrimento, para nos vingar, para chamar a atenção ou para ficar na história”. 
Mas uma coisa está errado, “morrer para chamar ATENÇÃO”, você também já deve ter escutado que depressão e suicídio é coisa de gente que tem a mente fraca, pessoas que querem chamar atenção. 

O que é depressão?

A depressão é uma doença, diferente do que muitos pensam, que atinge diversas áreas químicas do cérebro. 

Os neurotransmissores é uma grande parte atingida daquelas pessoas que desenvolvem essa doença. 

Sintomas: 

Diferente do que pensam muitas pessoas, a falta de sociabilidade e interesse social não são causas da depressão, e sim uma consequência da doença que já existia, alguns sintomas que podem ser detectados são:

Ansiedade, angustia, falta de interesse social, desânimo, humor depreciativo, sentimentos de medo, indecisão.
A depressão poderá também ter sintomas físicos, como:

Dores de barriga, má digestão, azia, flatulência, diarreia, dores de cabeça, e outras dores sem qualquer explicação cientifica.

13 Reasons Why, acho que muitos de vocês já devem ter assistido, lembram da história? 

Tudo começou quando a Hannah teve o primeiro beijo dela e logo após isso fotos dela foram espalhadas no colégio, pessoas tratavam ela mal bullyng, ela amava sozinha, foi abusada sexualmente, não tinha a atenção dos pais e muitas coisas contribuíram para o “fim” dela, o suicídio. 

O que você faz para deixar as pessoas melhor? 

Será que você conversa e dar apoio a elas? Não? Tá na hora de sentar e conversar né? 

Aprendir e aprendo a cada dia que milhares de pessoas ao meu redor clamam por ajuda e meu coração clama por pessoas para ajudar. Converse mais com as pessoas, aprenda a entender as pessoas e não só o seu lado, sorria pois isso pode mudar o dia de alguém. 

Se você sofre por alguém coisa ou está lidando com a depressão, pode se abrir conosco através dos nossos Instagram ou ligando para 141 centro de valorização da vida. 
Lembresse que o fim não vai tirar sua dor, só vai aumentar a dor das pessoa que te amam, você é importante e eu amo você!

​Equiprovávelmente aconteça ou nem chegue perto.

Equiprovável: Que tem as mesmas probabilidades que o outro. 

Em um certo dia na aula de matemática sobre probabilidade, escutei esse nome, uma amiga comentou sobre ele também porque tinha no quadro ai eu pensei daria um ótimo texto.
É que provavelmente aconteça ou não. Vivemos cercados de incertezas, de pessoas negativas e pensamentos que sugam nossas forças. Mas porque permitimos isso? Acho que o ser humano esquece que somos seres pensantes e que temos o poder de controlar nossos pensamentos e quem fica em nossas vidas.

Por que motivo eu iria querer alguém que fica me desmotivando? Seja amigo ou namorado, somos capazes de tudo, e se realmente queremos alcançar alguma coisa, temos que estar focados nisso. 

Quem sabe um dia, as pessoas aprendam que a felicidade está em gritar de tudo que se tem, ao invés de ter tudo o que quer. Qual seria a graça? Temos que aprender a admirar o que já possuímos e não querer que algo aconteça só para tentar frustrar alguém. 

Talvez aconteça ótimo e se não acontecer? Se não acontece? Devemos em meio ao momento de tristeza se levantar pronto para tentar outra vez, não devemos desistir das coisas tão rápido assim, afinal, quem prometeu que seria fácil? Quem sabe um dia possamos entender que a nossa arrogância não vai nós levar a lugar algum, por mais que demore eu sei que um dia vamos aprender.

Não despreze as oportunidades! 

Significado de Oportunidade

Qualidade, caráter do que é oportuno. Favorável para a realização de algo.

Se você gosta de futebol assim como eu devo ter visto a transferência do Neymar para o PSG ou até mesmo você que não gosta deve ter escutado. Para muitos foi muita burrice dele, para me que gosto de ARRISCAR foi maravilhoso, você irá entender quando acabar de ler esse post.

O texto que ele publicou nas redes sócias me motivou a escreve sobre isso.
Texto do Neymar postado nas redes sócias

A vida de um atleta se move através de desafios. Alguns são impostas, outros são o resultado de nossas decisões para manter a luz que ilumina a nossa carreira, que é intenso, mas curto. Barcelona tem sido mais do que um desafio, tem sido meu sonho de infância. Joguei com essas rachaduras no videogame. Eu vim para a Catalunha em 21, cheio de desafios. Lembro-me de meus primeiros dias no Club, partilha o camarim com ídolos como Messi, Valdes, Xavi, Iniesta, Puyol, Piqué, Busquets e outros com a expectativa de jogar em um clube que é “mais do que um clube”. FC Barcelona é uma nação que representa Catalunya! Eu tive a honra de atuar com a maior atleta que já vi na minha vida e eu tenho certeza que não vai ver um melhor, Leo Messi se tornou meu companheiro, amigo e fora do campo. Orgulho de jogar com você. Eu te amo! Formei um ataque com Messi e Luis Suarez tem sido para a história. Eu conquistei tudo o que um atleta pode ganhar. Eu vivi momentos inesquecíveis! Eu moro em uma cidade que é mais do que uma cidade, é uma pátria. Eu amo Barcelona e Catalunha. Mas um atleta (I) precisam de desafios. E pela segunda vez na minha vida eu vou tomar o oposto ao meu pai. Papa, eu entendo e respeito sua opinião, mas minha decisão está feita, eu pedir-lhe para me apoiar como sempre fizeram. Barcelona e Catalunya estará sempre em meu coração, mas precisa de novos desafios. Eu aceitei a proposta do PSG – Paris Saint-Germain, em busca de novas conquistas e ajudar o clube a alcançar os fãs esperando títulos. Apresentei uma carreira plano ousado e eu me vejo preparado para este desafio. Eu aprecio o maravilhoso amor de fãs Blaugrana e tudo o que eu aprendi ao longo dos atletas com quem eu compartilhei um quarto de vestir. Eu também sinto em meu coração que é hora de sair. PSG será minha nova casa para os próximos anos e vai trabalhar para honrar a sua confiança no meu futebol. É uma longa história com o apoio de todos. Os fãs que estão comigo desde 2009, meus amigos, profissionais que eu e minha família, que sofreu muito com os problemas que ocorreram neste período da minha carreira e agora acompanham merecem paz. É uma decisão difícil, mas tomado com a maturidade dos meus 25 anos. FC Barcelona, ​​Gracies per tot! PSG, J’arrive!

Que Deus abençoe e nos proteja!

Entenderam o que eu quiser dizer quando falei que gosto de ARRISCAR? Muitas vezes em nossas vidas desprezamos oportunidades por medo de perder as coisas ou não conseguir alcançar o que tanto almejamos. Muitos pessoas estão falando “ele vai sumir, não vai conseguir o que tanto tá querendo”  Já eu penso assim devemos arriscar, a vida é feita de escolhas e objetivos não devemos temer a nada devemos sempre acreditar em nosso potencial, ter muita determinação e encarar as oportunidades.

Mesmo que não de certo, arrisque você só vai saber o resultado se tentar. Lembrando a cada oportunidade tomada ganhamos mais amadurecimento e experiências, quando escolhemos algo sempre alguma coisa ficará para trás, temos que aprender a estar pronto para dizer tchau sempre. Aproveite as oportunidades, a cada decisão tomada existe uma renúncia e não deixe isso te impedir de tentar.

Aproveite as oportunidades e tenha mais determinação!

Resiliência ✨

É a capacidade de lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos como estresse, choque, e etc. Sem entrar em surto psicológico, emocional ou físico por encontrar soluções estratégicas para enfrentar e superar as adversidades.

Nas organizações, a resiliencia se trata de uma tomada de decisão quando algum e se depara com a tensão do ambiente e a vontade de vencer. Essas decisões propiciam forças estratégicas na pressão para enfrentar as adversidades.

Aprenda a lidar com seus próprios problemas, aprenda a vencer obstáculos e não ceder à pressão. Seja qual for a situação, transforme os momentos difíceis em oportunidades para aprender, crescer e mudar.

Mais resiliência, por favor! 

Solitude

Solidão ou solitude?

Ao contrário da solidão, solitude é ter o prazer em sua própria companhia.

O que você acha da solidão? Você deve ter respondido de uma forma negativa. No universo dos solteiros a solidão é algo frequente. Dormir e acordar sozinho, comer sozinho… até falar sozinho! Mesmo tendo amigos ou família por perto estamos frequentemente driblando o “lado ruim” da solidão e curtindo o “lado bom”.

Há quem ame ficar sozinho para cuidar de si e quem deteste ficar sozinho. O fato é que o “lado ruim” da solidão pode ser não só a falta de ter alguém para conversar, mas também o incômodo de ter a si mesmo como companhia. Estranho, não?
“A linguagem criou a palavra solidão para expressar a dor de estar sozinho. E criou a palavra solitude para expressar a glória de estar sozinho” (Tillich)

Solitude é o isolamento ou reclusão voluntário, quando o indivíduo busca estar em paz consigo mesmo. Diferente da solidão que em sua essência é o estado emocional do indivíduo que deseja ardentemente uma companhia e não encontra. Um indivíduo pode estar cercado de amigos, em meio a um salão de festas muito animado, e ainda assim estar corroído pela solidão.

Em alguns casos, o indivíduo escolhe isso pelas experiências que lhe foram desagradáveis em algum tempo atrás. Sendo então a solitude uma maneira de evitar que o mesmo incidente ocorra novamente.

Solidão tem as fases horrível por querer quase sempre alguém ao lado e solitude é a glória de estar sozinho. Não confunda solitude com insolamento, é ter prazer na sua própria companhia. 

E você? Está em paz consigo mesmo?

Carta de um adolescente ao mundo

Quando você ler estas palavras provavelmente já terá me aparecido mais uma espinha na cara, já terei chorado mais umas quantas vezes porque sou provavelmente a pessoa mais feia do mundo e porque, na verdade, a mulher que eu amo nunca será minha. A vida é uma merda quando se é como eu, um quase-criança-quase-adulto, um quase-humilhado-quase-respeitado por todo mundo. Sou um morador de uma terra de ninguém, uma pessoa sem encaixe possível no que me rodeia.

Sou um extraterrestre de mim mesmo, é isso o que sou.

Nada do que faço é bem feito. Se quero jogar PlayStation sou infantil, se quero sair à noite tenho mania de ser grande. Estou preso num lugar em que nenhuma decisão depende de mim, em que tudo me passa por cima, pelo lado, por baixo. Tudo se passa apesar de mim. E tudo o que passa por mim me dói. Sou um monte de dúvidas, um monte de insuficiências, um monte de sonhos e um monte ainda maior de pesadelos. Sou um não ser.

Sou o que nunca fui e o que nunca voltarei a ser, é isso o que sou.

E depois acontece o futuro. É isso o que me acontece todos os dias: o futuro. Não faço ideia do que me acontecerá mas não quero ser mais um. Não quero a rotina triste do meu pai, a rotina triste da minha mãe. Quero o imponderável, quero a surpresa, quero a euforia. Quero amar, quero dançar, quero viajar, quero imaginar e depois quero realizar tudo o que imagino. Quero pelo menos mudar o mundo como os poetas mudam. Quero pelo menos fazer o que me apetece, quando me apetece. Quero estar contra a sociedade, contra o que é imposto, contra os professores, contra os que não sabem nada e me acusam de nada saber. Quero a rebelião, a revolta. Lutar contra o que só pode ser.

Sou o que sei que talvez nunca poderei ser, é isso o que sou.

Todos me criticam porque ninguém sabe onde estou. Na minha idade a solidão acontece. Porque os que não têm a minha idade estão pouco ligando para os que estão na minha idade, nos chamam de palermas, inconsequentes, criaturas incapazes, paradigmas de uma sociedade falida; e porque os que têm a minha idade estão demasiado perdidos nas suas próprias dúvidas, demasiado fechados em si mesmos, para poderem olhar em volta e perceber que há outros assim, outros ali, ao lado, no mesmo lugar, com as mesmas dúvidas, as mesmas inquietações. Ninguém olha para mim.

Sou o que percebe que ninguém o olha porque está sempre a se olhar, é isso o que sou.

Sei que penso demais. Sei que questiono demais. Sei que não devia me magoar não saber quem sou, por que sou, por quem sou — até de quem sou. Mas magoa. Não deixa de magoar. Sei que não devia me magoar ouvir uma simples música, ler um simples texto, receber um simples e-mail. Mas magoa. Às vezes magoa. Às vezes tudo magoa.

Sou uma criatura às vezes toda magoada, é isso o que sou.

À minha frente só um muro. À minha volta só um muro. Uma rua fechada. Uma asfixia constante. Uma sensação de pescoço apertado, um medo silencioso, uma agonia opressora. Ou tudo ou nada. E um pessimismo confortável. Eu me sento para sofrer, me fecho para sofrer. Há tanto para sofrer. O corpo em obras, as noites de estudo, os colegas cruéis, o amor por corresponder, o desejo nunca saciado, a incompreensão dos pais. Há tanto para sofrer e tão pouco para rir. É claro que rio muito, que brinco muito, que passo a vida contando piadas aos meus amigos. É claro que vou aguentando. Mas por dentro pouco se mexe. O otimismo dá muito trabalho e me parece oco. Nada é mais grave que crescer. E eu não paro de crescer. Quero o que só os adultos têm e não deixo de querer o que só as crianças têm. Quero tudo o que ainda não tenho e tudo o que já não tenho.

Sou sobretudo o que já não tenho, é isso o que sou.

Quando você ler estas palavras provavelmente já terá me aparecido mais uma espinha na cara, já terei chorado mais umas quantas vezes porque sou provavelmente a pessoa mais feia da escola e de todo o mundo e porque, na verdade, a mulher que eu amo nunca será minha. E você: quantas lições aprendeu entretanto?
TRECHO DA EDIÇÃO BRASILEIRA DE “PROMETO PERDER”, JÁ DISPONÍVEL EM TODAS AS LIVRARIAS

Garanta o seu em: 

http://bit.ly/PrometoPerderSaraiva

http://bit.ly/PrometoPerderAmazon

http://bit.ly/PrometoPerderCultura

http://bit.ly/PrometoPerderSub

http://bit.ly/PrometoPerderCiaDosLivros

http://bit.ly/PrometoPerderAmericanas